Faleceu hoje o Comandante Carlos Altmayer Gonçalves, o Manotaço

Lembranças do Manota

Abagualado uma barbaridade, mas surpreendentemente educado e cordial.
Quem não o conhecia poderia estranhar o timbre e o volume da voz, além dos olhos inquietos, denunciando a grande percepção que tinha. E ainda aquela bigodeira medonha…

O conteúdo da conversa era franco, sem frescuras e de confiança. Experiente na vida, de opinião forte, estilo despojado, pouco ligava para as aparências.

Adorava contar os tantos casos que a varanda do Veleiros ouviu. Curtia tanto isso, que se empolgava ao prosear. Lembro bem dele se deliciando ao comentar sobre coisas divertidas do passado em rodas de amigos no clube, falando e rindo muito. Não tinha quem não o escutasse com gosto, e não desse muitas risadas junto com ele.

O gosto tão especial pelas histórias ficou gravado nas páginas do Popa.com.br, onde descreveu casos maravilhosos, como o dos pombos-correios do Breno Caldas e as cebolas do Seu Chiquinho. São muitas passagens de assuntos náuticos, dicas raras, como a de usar um paineiro como âncora de fortuna, fotos históricas, ou photografias como ele grafava, e muito mais.

O belo acervo deixado pelo Manota tem umas 150 referências no site, linkadas aí abaixo. Só faltam as tantas histórias impublicáveis.

Foi um grande privilégio poder desfrutar da companhia e da amizade dele. Vai fazer muita falta.

DaniloCR

https://www.google.com/search…

Manotaço site:acervo.popa.com.br – Google Search



Source

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here