Histórias da Lagoa da Pinguela
Danilo Chagas Ribeiro

peruibe_rotas-dos-ovnisA notícia de julho passado dizia que “Cidade paulista monta ‘carta náutica’ de óvni” (ao lado). A Gazeta News, de Amambai, no Mato Grosso do Sul, informava que a cidade de Peruíbe, no litoral paulista, tem o maior número de registros de aparecimentos de OVNIs no Brasil, e que isso fomenta o turismo na cidade.

A notícia me fez lembrar de Osório, município do litoral norte gaúcho situado em uma bonita região com várias lagoas interligadas. Lá também há relatos de aparecimento de OVNIs mas, que eu saiba, ainda não fizeram a tal carta para registrar os tão polêmicos aparecimentos.

Osvaldo
ping_janga_sitio-70's_3A Lagoa da Pinguela, é certamente a mais linda das lagoas gaúchas, com morros nas encostas verdejantes da Mata Atlântica que circundam bonitas enseadas. É uma região que frequento desde criança. Nesta lagoa há um camping com marina para embarcações de pequeno porte. Há uns 40 anos tínhamos um veleiro, do tipo Jangadeiro, lá na Pinguela (foto ao lado). O barco ficava no seco, e ia e vinha da água a reboque de um trator operado pelo Osvaldo, um simpático sessentão nascido na região. Tivemos o privilégio de ouvir as histórias fantásticas que ele contava com tanto prazer e orgulho.

Volta e meia Osvaldo descrevia o aparecimento de OVNIs na Lagoa da Pinguela, enquanto pescava à noite em um caíque. Aquela lagoa, à noite, era mesmo da gente se assustar. Nos anos 60, havia lontras agressivas e jacarés, que mal e mal avistei algumas vezes com a luz do lampião, enquanto pescava na escuridão com meu pai (na foto abaixo, o luar na Pinguela, em tomada com super-exposição).

História e folclore
ping_luar200-780_2Tem gente lá que conta também histórias de lobisomens avistados na lagoa. Ainda há poucas semanas ouvi uma dessas. Para enaltecer ainda mais o aspecto místico da Pinguela, contam de tesouros enterrados sob figueiras nas proximidades das ruínas da usina de álcool dos Dreher, construída no final do século XIX. Falam de ruínas de construções do tempo dos escravos, de cemitérios de índios, de naufrágios com mortes na lagoa, de marcos geodésicos dinamitados no topo dos morros por suspeita de esconderem tesouros, e outras histórias do gênero. História e folclore mesclam-se e fazem parte da cultura da micro-região.

Discos voadores e virgens
kite-barros2Na Lagoa dos Barros, situada logo a oeste de Osório, e frequentada por praticantes de kitesurf (foto ao lado), vários discos voadores vem sendo avistados ao longo de anos, conforme dizem alguns. E contam também uns poucos felizardos que, à noite, aparecem virgens de branco nessa lagoa, sempre muito iluminadas e com um véu.

Uma encrenca coalhada de luzes
Ao relatar sobre a presença de OVNIs na Pinguela, Osvaldo costumava situar o cenário geograficamente. Não lembro mais dos detalhes de nenhum dos relatos, mas era algo mais ou menos assim: “Eles vieram por ali assim, voando muito depressa e baixo. A encrenca era coalhada de luzes de tudo que é cor. Aí eles fizeram a volta e ficaram parados no ar por um tempo, depois piscaram umas luzes, fizeram umas voltas por ali e foram embora”.

Que nem porco!
Um dia, já cansado da descrença das pessoas a quem ele contava de suas fantásticas visões na lagoa, Osvaldo ouviu uma pergunta:
– Osvaldo, como é que só tu vê essas coisas aqui?

A resposta foi ainda mais fantástica que suas visões:
– Mas é claro! Vocês são que nem porco! Só olham pra baixo… Querem ver o que???

ping_geralbydigo30_2Foto-montagem de imagens da Lagoa da Pinguela, com uns 150º, por Rodrigo Cardoso Ribeiro

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here