AVISO

VII Cruzeiro-Regata
Porto Alegre – Tapes

08 e 09 de outubro de 2021
(data original, adiada)

Em 12/10/21: ADIADO para 5/11/21

Verifique alterações neste Aviso até o momento do embarque

Em 28/09/21
– Atender ao protocolo Covid na recepção no VDS, como máscara, etc.
– Recepção no VDS não ocorrerá em caso de adiamento de 8/10 para 9/10 ou 10/10
– Neste ano não haverá a opção “regata”, apesar da denominação do evento não ter sido alterada, por questão de tradição.
Em 29/09/21
– Alterada configuração-padrão no Google Forms para aceitar também contas de emails ‘não-gmails’ nas inscrições.
Em 04/10/21
– Possibilidade de adiamento da largada programada para 08/10/21 em função das condições meteorológicas prevendo ventos de 23kt com rajadas de 32 na Lagoa dos Patos, a confirmar amanhã, 05/10/21.

Em 05/10/21
Largada adiada para 15/10/21, mantendo-se a mesma sequência e horários previstos anteriormente. Previsão meteorológica para a nova data ainda indisponível.
Em 11/10/21

Possibilidade de adiamento da largada reprogramada para 15/10/21, em função das condições meteorológicas, a confirmar até quarta-feira, 13/10/21.
Em 12/10/21
Largada adiada para 05/11/21, mantendo-se a mesma sequência e horários previstos anteriormente. Previsão meteorológica para a nova data ainda indisponível.

Uma homenagem do meio náutico gaúcho ao

Comte Emilio Petry Oppitz,

 inveterado velejador tapense e grande incentivador da Vela de Cruzeiro no RS, patrono dos eventos náuticos Poa-Tapes desde 2006.

Resumo das principais atividades

Recepção no Veleiros do Sul às 11:00h de sexta-feira, 05/11/21.

Embarque às 12:15h.

Largada de Porto Alegre às 13:00h* de sexta-feira, 05/11/2021, em frente ao Veleiros do Sul, com previsão de chegada à Praia do Sítio às 18:00h @5kt (pôr-do-sol às 18:32h)*

Fundeio na Praia do Sítio, em Itapuã, previsto para as 18:00h

Relargada nas proximidades do Farol de Itapuã, na Lagoa dos Patos, às 08:00h de sábado

Chegada ao Clube Náutico Tapense à tarde, com chopp da Futter’s de cortesia no trapiche

Recepção no Clube Náutico Tapense a partir das 19:30h, com choripan e javali assado.

Brindes como kits da JIMO e outros da Equinautic.

Término do evento às 22:00h.

Retorno livre a P. Alegre

(*)Largadas opcionais:
Quem não puder navegar na sexta à tarde, poderá aproveitar o prazer de uma navegada noturna. Sugere-se saída em grupo às 18:00h de sexta (pôr-do-sol às 18:30h). Para os que preferirem desatracar no sábado, sugere-se largada às 06:00h (nascer do sol às 05:53h).

O VII Cruzeiro-Regata Porto Alegre-Tapes é um evento náutico que reúne principalmente velejadores de cruzeiro, com o objetivo de proporcionar a navegação em grupo e estimulando o congraçamento e troca de informações entre os participantes. O evento está sendo realizado através da união de esforços entre o Veleiros do Sul (VDS), o Popa.com.br (Popa) e o Clube Náutico Tapense (CNT), com o apoio da Jimo e da Equinautic. Trata-se de evento náutico já tradicional, que conta com esta parceria há 15 anos.

Cmte Emilio Petry Oppitz
O VII Cruzeiro-Regata Porto Alegre-Tapes é dedicado especialmente ao Comandante Emilio Petry Oppitz, inveterado velejador e grande incentivador da Vela de Cruzeiro no RS. O Comte Emilio conhece a Lagoa dos Patos (o Mar de Dentro) como ninguém. Em suas peripécias náuticas, navegou de Porto Alegre ao norte do Brasil várias vezes, e já fez a travessia do Oceano Atlântico, dentre outras inúmeras navegadas. Nos primórdios do GPS no Brasil, o Comte Emilio fez a coleta de inúmeros waypoints na Lagoa dos Patos e no Rio Guaíba, e também da costa brasileira, de Rio Grande a Belém do Pará, com enorme dedicação e persistência. Não satisfeito com a utilização de seus pontos nas velejadas em seu veleiro Adrianas, lá por 2004, talvez, Emilio encaminhou sua coleção ao Popa.com.br para divulgação no meio náutico gaúcho. A publicação foi um sucesso instantâneo. Não há velejador gaúcho que não tenha ouvido falar no Comte Emilio Oppitz. Por todo seu trabalho, lhe dedicamos a realização deste evento.

Que embarcações podem participar?
Embarcações cabinadas, à vela e a motor, equipadas para a navegação nas águas da Lagoa dos  Patos, e com tripulação capaz de conduzir a embarcação sem auxílio externo. Vetada a participação de jetskis.

Esboço da rota
Sugere-se o uso do aplicativo Navionics como meio secundário de navegação. Segue abaixo uma noção geral da rota a seguir, para ser utilizada apenas como um esboço inicial. Cada comandante deverá preparar e seguir sua própria rota, obrigatoriamente.
Confira as informações abaixo pessoalmente, por seus meios, uma por uma.
Recomenda-se o uso dos canais de navegação do Rio Guaíba, para evitar redes de pesca. A partir do Veleiros do Sul, siga em direção ao Sul pelos canais de navegação até a marca encarnada de número 95, na Ponta da Fortaleza, de onde a navegação seguirá até a Praia do Sítio, deixando o canal a oeste. Observe os baixios neste trecho consultando a carta náutica. Aproveite para apreciar a bela paisagem com os morros de Itapuã emoldurando o rio. Ao fundear, observe distância razoável dos barcos já fundeados, considerando o giro em torno da âncora.
Na relargada, navegue da Praia do Sítio em direção ao Canal do Campista acessando-o entre a marca encarnada de número 91 e o Farol de Itapuã, sempre de olho na carta, evitando a Coroa do Campista. Passando pelo farol, já na Lagoa dos Patos, navegue pelo Canal de Itapuã até a marca encarnada de número 85, e em seguida tome o rumo verdadeiro de 212º aproximadamente até o Pontal de Sto Antonio. Contorne o pontal e siga na direção NO, deixando a marca “Pau do Hugo” por boreste. Daí siga na direção aproximadamente Norte até o farolete do canalete de acesso ao CNT. A sinalização luminosa deste canalete poderá não estar operante. Anuncie sua aproximação, já no canalete, à secretaria do CNT, via VHF, utilizando o canal 68.

Recepção no Veleiros do Sul
O evento terá início em concentração no Veleiros do Sul, a partir das 11:00 horas de sexta-feira,  15/10/2021 (até as 12:15h), ocasião em que as embarcações dos participantes atracarão no flutuador em frente ao Veleiros do Sul, a leste da entrada da marina, para participar da recepção oferecida pelo Veleiros do Sul. Uma vez lotado o flutuador, haverá fundeio (chamar bote pelo canal 68). Obrigatório o atendimento ao protocolo Covid, como máscara, etc.

Largada
Embarque às 12:15h e largada às 13:00h em frente ao Veleiros, com rumo à Praia do Sítio.

Fundeio na Praia do Sítio estimada em torno das 18:00h (24mn @5nós = ~5 horas)

Re-largada
Da Praia do Sítio seguiremos às 08:00h pelo canal de Itapuã e, em seguida, tomaremos o Rumo Verdadeiro aproximado de 212º, até o Pontal de Santo Antonio. Então contornaremos o pontal, verificando na carta a profundidade do local, e seguiremos em direção ao Farolete Pau do Hugo, deixando-o por boreste, e  daí rumaremos ao farolete de acesso ao canalete do Clube Náutico Tapense, cuja iluminação poderá estar inoperante: mais uma razão para chegar a Tapes durante o dia.

Chegada
Previsão de chegada em Tapes (~42mn @5nós= ~8:30h de navegação) a partir das 16:00h de sábado. Um funcionário do clube anotará nome e  horário de chegada nos molhes da marina do CNT. Não ultrapasse no canalete de  acesso ao clube.

Confraternização no Clube Náutico Tapense
A partir das 19:30h com choripan oferecido pelo Popa e servido pelo CNT. Mas tem mais! Javali especialmente caçado pelo Comte Cylon Rosa Neto/VDS, com a devida autorização das autoridades competentes, especialmente para o Poa-Tapes. A bebida deverá ser paga à parte, ao economato, em dinheiro.

Brindes e chopp
A JIMO, por iniciativa do Comte Luiz Morandi/VDS, oferecerá um kit com seus disputados brindes a cada comandante inscrito, como já de hábito nos Cruzeiros Poa-Tapes. A Equinautic, do Comte Marcio Lima/CDJ, sorteará brindes náuticos. Na chegada ao Clube Náutico Tapense, à tarde, por cortesia do Comte Alexandre Futterleib, chopp da Futter’s, no trapiche. Eta!!!
E na calada da noite, um javali vai aparecer assado, por mérito do Comte Cylon Rosa Neto.

Inscrição
A inscrição será feita através de link abaixo. O valor da inscrição é de R$ 70,00 por tripulante, quando realizada até 03/11/21. As inscrições realizadas a partir da véspera da largada (04/11), custarão R$100,00/tripulante. Ex.: O valor total incluindo o comandante e mais 2 tripulantes, com pgto feito até 03/11/21, será de R$210,00, ou R$300,00 após 03/11/21. Não há pagamento relativo à embarcação. As inscrições somente serão consideradas realizadas após comprovação do pagamento. Recomendamos então fazer o pagamento antes de preencher a Ficha de Inscrição, já que lá deverá ser informado o valor pago com foto do comprovante de pagamento, bem como o nome de cada tripulante.

A diferença do valor após o dia 03/11 pretende evitar transtornos à organização, como verificado em outras edições do evento, na provisão de vagas em trapiche, aquisição de insumos para a alimentação e inclusive na quantidade de brindes a transportar.

Inscrição de tripulante com até 15 anos
Isento de pagamento, mas deve ser inscrito com as mesmas formalidades dos adultos, e de acordo com as obrigações cabíveis a menores de idade, conforme as NORMANs pertinentes.

FAÇA AQUI SUA INSCRIÇÃO

Estadia das embarcações no VDS e no CNT
Barcos de associados do CNT inscritos no evento, terão 15 dias de estadia  gratuita no Veleiros do Sul até a data de largada. Da mesma forma, o CNT oferecerá aos barcos participantes 15 dias  isentos de cobrança de estadia, a contar da data de chegada. Após este prazo, será cobrada a estadia com o valor cobrado dos associados do CNT.

Canal de comunicação
Utilize o canal VHF 68

Atracação em trapiches do CNT
O Clube Náutico Tapense providenciará vagas visando a atracação dos barcos participantes nos seus 4 trapiches. No entanto, o número de vagas extras possíveis é limitado. O CNT disponibilizará funcionários para auxílio na atracação, indicando os boxes a atracar. A chegada deverá ser anunciada ao CNT por VHF canal 68 durante o percurso do canalete de acesso ao clube.

Profundidade na entrada da marina do CNT
Considerando o nível da Lagoa dos Patos e o regime de chuvas por ocasião da publicação deste Aviso, prevê-se que calados de até 1,90m poderão entrar na marina do clube na data do evento, sem dificuldades.

Redes de pesca na Lagoa dos Patos
O comodoro Xavier, do CNT, prontificou-se a ir até a Colônia de Pescadores do município, dias antes da chegada a Tapes, e solicitar que não usem redes na rota do cruzeiro e que as demais sejam bem sinalizadas. Esta medida, tomada espontaneamente pelo Comte Emilio Oppitz nas outras ocasiões, foi de grande importância.

Protocolo COVID
É obrigatória a utilização de máscaras nas dependências do VDS e do CNT, bem como todos os demais procedimentos, como, por exemplo, manter distanciamento e evitar aglomerações, de acordo com a legislação vigente.

Possibilidade de adiamento. Por que realizar o evento em um “feriadão”?
Como previsto em todos os eventos náuticos idealizados pelo Popa.com.br, a data da largada poderá ser adiada, caso as condições meteorológicas não forem favoráveis. Por esta razão, escolheu-se um feriadão, permitindo-se adiar a largada de sexta para sábado, domingo, ou até mesmo para segunda-feira, em casos de más condições meteorológicas. Da mesma forma, o retorno poderá ser feito no domingo, na segunda ou na terça-feira. Caso não haja possibilidade de adiar o evento mesmo como previsto aí acima, nova data será marcada.

Critérios para adiamento. O que são condições meteorológicas “desfavoráveis”? Se a largada for confirmada, posso participar?
O evento prevê que parte das tripulações participantes não tem a experiência daquelas que participam das regatas tradicionais. Prevê também a participação de tripulações familiares, com mulheres e crianças a bordo. Possibilidade de chuva, vento forte ou contra são os fatores mais importantes para tomar a decisão de largar, ou não, na data prevista. Mas chuva é o que? Previsão de garoa por algumas horas significa “chuva”? Vento contra é vento forte na proa? Depois de tantos cruzeiros organizados ao longo de décadas, acreditamos poder decidir corretamente, em conjunto, pela largada ou pelo adiamento, em função das previsões meteorológicas disponíveis.
Entretanto, o fato da largada ter sido confirmada não significa, absolutamente, que se recomenda a todos a participação no evento. Uma expressão bem conhecida no meio náutico diz que “Mau tempo depende da tripulação”. Cada comandante deverá decidir por sua própria conta e risco se deverá participar, ou não, cabendo-lhe inclusive avaliar pessoalmente as condições meteorológicas e condições de navegação na rota.

Atualizações deste Aviso e Previsões do tempo
Acesse as atualizações deste Aviso nos sites do Popa.com.br para informações complementares a este Aviso e previsões do tempo.

Regata “Bico de Proa” não ocorrerá neste ano!
Apesar da denominação “Cruzeiro-Regata”, o evento é basicamente um cruzeiro, ou seja, não visa a disputa ou a performance. No entanto, como alguns participantes apreciam a competição, o registro dos horários das chegadas tem sido feito na entrada da marina por funcionário do CNT. Na versão do Poa-Tapes deste ano, excepcionalmente, não teremos a opção para participação na condição “regata”.

Reabastecimento de combustível em Tapes
Caso sua embarcação precise ser reabastecida em Tapes, avise a secretaria do CNT assim que chegar, para que possa ser providenciado a tempo. Nos eventos anteriores o clube providenciou junto a posto de combustível, um reboque (pipa) para abastecimento no CNT.
Poderá ocorrer neblina e calmaria tanto no Rio Guaíba quanto na Lagoa dos Patos. Cada  embarcação deverá dispor de combustível suficiente e com folga para navegar a motor durante  todo o percurso, até Tapes. Não haverá reabastecimento no percurso. Não haverá embarcações para reboque na Lagoa dos Patos.

Velocidade Média e União do Grupo
A velocidade média recomendada para as embarcações participantes é de 5 nós (9,3km/h). Isso  garante que as embarcações não se espalharão muito e que manterão contato visual umas com as  outras, facilitando o controle e garantindo a união do grupo. Lembre-se que o evento é voltado à navegação em grupo. Além disso, para a chegada em Tapes com luz do dia, é necessário manter 5 nós, em média.
Participe das largadas nos locais e horários indicados. As largadas são os grandes momentos do  evento.

Responsabilidades, Equipamento obrigatório e outros assuntos sobre navegação
Informações e Declarações
Os comandantes deverão preencher Ficha de Inscrição, onde constarão as seguintes informações e declarações com que deverão concordar para realizar a inscrição:
O fato da organização decidir “largar” ou dar início e continuação ao evento, não significa que todos os participantes inscritos estejam aptos a participar da navegação proposta, seja quanto a largar, navegar, fundear, etc, principalmente em relação à intempérie e rotas a seguir. Vale o mesmo para a re-largada no sábado e para a continuação até Tapes.
Toda embarcação e tripulação participante do evento deverá estar de acordo com as exigências da Marinha do Brasil  durante todo o percurso do evento. Todo o comandante é obrigado a conhecer plenamente a  legislação em vigor, mais especificamente as NORMANs pertinentes à segurança de navegação, e a respeitá-las.

É obrigatório a cada comandante prover a embarcação participante de equipamento em plena  condição de funcionamento para comunicação (VHF) e para navegação por instrumentos (GPS), para sua utilização em todo o percurso do evento. É expressamente proibida a participação de embarcações no evento sem a garantia de utilização  de VHF e do GPS com cartas adequadas, operados por tripulação experiente para tanto, por todo o  percurso. Cada comandante deverá ter condições técnicas de conduzir sua embarcação por conta própria durante todo o percurso. (segue)

Declaro conhecer e respeitar todos os regulamentos, avisos e instruções que regem este evento náutico e as normas e determinações da Marinha do Brasil para a participação do evento, especialmente aquelas pertinentes à segurança da tripulação, da navegação e da embarcação. Declaro também que a embarcação sob meu comando será conduzida por pessoa devidamente habilitada pela Marinha do Brasil para conduzi-la no percurso previsto no VII Cruzeiro-Regata Porto Alegre – Tapes. Declaro ainda que a embarcação sob meu comando dispõe de combustível para percorrer todo o trajeto do evento, mesmo em caso de calmaria, e de rádio VHF e ainda de receptor de GPS em perfeito estado de funcionamento. Tanto os equipamentos de rádio VHF quanto o GPS serão mantidos em operação permanente durante todo o percurso. Ao inscrever-me no VII Cruzeiro-Regata Porto Alegre-Tapes, assumo total responsabilidade pela integridade física de minha tripulação e pela embarcação durante toda a realização do evento, bem como a terceiros. Declaro estar plenamente seguro de que minha tripulação e a embarcação têm perfeitas condições de navegar em todo o percurso por minha própria conta e risco. Entendo que as decisões da organização do evento quanto a partir, navegar e fundear, ou relativas a locais de fundeio e rotas sugeridas, incluindo datas, horários e considerações sobre as condições meteorológicas deverão ser aceitas por mim exclusivamente caso eu me considere em plenas condições de acatar tais decisões e de conduzir a embarcação com os recursos de que disponho. Declaro aceitar incondicionalmente que a Autoridade Organizadora, bem como todas as demais entidades participantes e/ou envolvidas na organização do evento, não assumem qualquer responsabilidade por danos pessoais, materiais ou morais, causados ou alegadamente causados aos participantes ou às embarcações, quer seja por acidentes, negligência, intempérie ou por qualquer falha na organização, ou falhas de terceiros, tanto cível quanto criminalmente. Declaro também ter ciência de que a Autoridade Organizadora do evento está pleiteando recursos para atender a eventuais necessidades de prestação de auxílio durante o trajeto, mas que não há nenhum comprometimento na prestação de auxílio, reboque ou resgate. Autorização de cobrança de reboque – Estou ciente e autorizo, pela presente, a debitar valor por hora-homem e custos de combustível caso haja necessidade e disponibilidade de operação de reboque de minha embarcação ou de outro tipo de auxílio em função da participação no evento. Declaro por fim que li o “Aviso” do evento e demais instruções publicadas no website Popa.com.br e que estou de acordo com as regras e determinações. Declaro por fim dar ciência à minha tripulação de que estas declarações são extensivas a cada tripulante no que lhes competir, sem o que não serão autorizadas por mim a embarcar.

_________________

O que é um Cruzeiro-Regata?
É um evento náutico em que participam embarcações a passeio (cruzeiro) e em competição  (regata). A proposta dos cruzeiristas (tanto à vela quanto a motor) é a navegação de lazer sem a  busca de performance. Regata é uma competição entre embarcações visando performance de  velocidade e de táticas de navegação.

O cruzeiro-regata reúne embarcações à vela de cruzeiro e de regata, e a motor. Nas decisões da  organização do evento que dizem respeito às condições meteorológicas, horários e outros aspectos,  os interesses e possibilidades dos velejadores cruzeiristas são preponderantes, já que estes costumam  embarcar, além da tripulação para a faina, familiares e amigos sem experiência náutica e, portanto, com baixa performance, em média.

Por que participar de um Cruzeiro-Regata para Tapes?
– Para alguns navegadores gaúchos, navegar na Lagoa dos Patos não é trivial. A companhia de  outras embarcações faz muita diferença, oferecendo sensação de segurança e conforto.

– Navegar entre dezenas de barcos é um raro prazer. O cenário, a companhia e a participação em  massa oferecem um contexto muito especial.

– A visão do fundeio na Praia do Sítio, tomada por barcos, será uma lembrança inesquecível.

– O pernoite a bordo em fundeio estimula a navegação de cruzeiro. Para alguns, será a primeira  noite dormida a bordo fora do clube. A presença de outros barcos no fundeio tranquiliza os  novatos.

– Navegar as 42 milhas pela Lagoa dos Patos até Tapes. A imensidão da lagoa traz uma  sensação indescritível de prazer.

– O Porto Alegre – Tapes é um evento náutico de médio curso, e de médio nível de dificuldade.

– A Enseada de Tapes oferece vários recantos com atrativos para navegadores, além das águas  mais claras e do regime de ventos favorável para velejar.

– O acesso à marina protegida por molhes de pedra do Clube Náutico Tapense (CNT) dá-se  através de canalete balizado na Enseada de Tapes. Além da ampla sede social, o CNT oferece bonitos gramados. O Clube Náutico Tapense oferece acesso à  internet através de wi-fi. Peça a senha de acesso na secretaria do CNT

Para alguns, o cruzeiro significa o incentivo que faltava para navegar até onde nunca ousaram ir  sozinhos. É clima de desafio e de aventura.

Para outros, é a imagem da flotilha que conta. A confraternização é formidável.

E tem ainda quem vê no grupo a possibilidade de mostrar sua habilidade, buscando a vitória e  mostrando ao meio sua evolução como esportista.

Seja como for, o clima é de festa. Em 2008 participaram 70 embarcações com mais de 200  tripulantes.

Desafio, provação, paisagem, competição ou confraternização. Enfim, não importa o motivo. O  importante é participar. Aí vamos nós, cheios de entusiasmo, para navegar a secular Rota do  Arroz. Veja mais sobre a história da navegação em Tapes mais abaixo.

Um pouco de história!

Rota do Arroz
É impossível falar em Tapes sem fazer associação à produção de arroz. A Rota do Arroz vem  sendo navegada há quase 2 séculos. No início, o Brasil ainda pertencia a Portugal, os negros  eram escravos e andava-se de carroça por essas bandas. Tapes teve origem em 1824, quando um  porto foi lá construído para embarcar o charque produzido na região.

Tapes também produzia crina vegetal, a matéria prima para os colchões da época. Essas  mercadorias eram transportadas por água, como também a cebola da região de Mostardas, que  circulava por Tapes a caminho de Porto Alegre. O arroz, no entanto, tem sido o produto mais  associado a Tapes ao longo de sua história.

À vela e a vapor
De início, as embarcações da Rota do Arroz eram à vela. Depois, vieram os vapores. Com o  tempo, embarcações com motores a combustão passaram a navegar pela rota. E agora estamos  nós aí, a pano outra vez, alguns a motor, navegando pelas mesmas águas da Lagoa dos Patos.

A bússola era tudo no cockpit dos navegantes da época, que navegavam à mercê das  intempéries da mesma lagoa em que hoje navegamos de posse de um GPS. Mas mesmo com todo o desenvolvimento da meteorologia, as intempéries ainda nos aprontam. Escreveu Shakespeare: “Ventos, Chuvas, trovões, lembrai-vos de que o homem terreno é apenas uma substância que sempre vencereis” (Shakespeare, Péricles, 1608-1609 – Ato II).
Naquele tempo, a navegação implicava em dispor de tripulação que aguentasse, não só o repentino e imprevisível  mau tempo, mas também a constante perspectiva de ter que encará-lo sem aviso.

Tapes
Em torno de 20.000 habitantes povoam o município de Tapes. A cidade é pacata, a gente é pra  lá de hospitaleira. Basta caminhar pela cidade para logo comprovar isso. Mas é a simplicidade da pequena cidade gaúcha o que mais encanta seus  visitantes. O município vive da agricultura, da pecuária, da indústria e do turismo.

Clube Náutico Tapense
O Clube Náutico Tapense dispõe de 4 trapiches com mais de uma centena de barcos abrigados  por molhes de pedra. A cada ano cresce a demanda por novas vagas. A área do clube é  considerável: são 3,5Ha, incluindo gramados bem cuidados, povoados por quero-queros. Há  também hangar para pequenas embarcações. A sede social é ampla. Fundado em 1968, o CNT reúne em torno  de 450 associados. O entardecer no Clube Náutico Tapense é sempre festivo, por conta da grande quantidade de pássaros  nativos.

Cruzeiro-Regata Porto Alegre – Tapes
As regatas Porto Alegre – Tapes tiveram início há algumas décadas, quando as condições da  navegação lembravam mais aquela praticada nos veleiros do século XIX do que as de hoje.

Depois de alguns anos de trégua, voltaram a ser realizadas pela iniciativa de um dedicado grupo  de velejadores que, em conjunto com o Popa.com.br, viabilizaram novas edições, desta vez com  ênfase na modalidade cruzeiro.

O primeiro evento dessa nova série ocorreu em 2006, concebido para ser bienal. Participaram 64 embarcações, com aproximadamente 200 tripulantes. Foi um recorde da navegação de  recreio no Rio Grande do Sul, segundo o relato de velejadores veteranos, como o Cmte Astélio Santos. Em 2008, o evento bateu seu próprio recorde, reunindo 70 embarcações com 221  tripulantes. Aqui vamos nós outra vez!

Cruzeiro-Regata no Calendário de Tapes
Por solicitação do Popa.com.br através do Cmte Emilio Oppitz, e por iniciativa do então Prefeito  Municipal de Tapes, Sylvio Tejada Xavier, o Cruzeiro-Regata Porto Alegre – Tapes foi incluído no Calendário de Eventos de Turismo do município. A atitude fortaleceu tanto o turismo em Tapes quanto o próprio evento.
____________
Fonte consultada sobre a história de Tapes: Prof. Miguel Sanchis

Dúvidas: poatapes@gmail.com